Vivendo, Brincando e Aprendendo

Levando em consideração os objetivos do nosso serviço, onde as vivências lúdicas e o resgate das brincadeiras surgem como importantes aliados no fortalecimento de vínculos, nas interações entre as crianças e na construção de espaços de reflexão, no mês de Outubro a Proposta de trabalho esteve atrelada ao tema: Vivendo, Brincando e Aprendendo. Dessa forma, as atividades apresentadas diariamente através de vídeos, buscaram promover a expressão de sentimentos, dificuldades, facilidades, questões que observam em família ou em seu cotidiano, contribuindo para o seu desenvolvimento e o estreitamento dos laços afetivos, fortalecendo e desenvolvendo habilidades de gestão de conflitos. 

No momento em que estamos vivendo, tornou-se de suma importância o momento do brincar, pois nesse período as crianças e adolescentes se apropriam criativamente de formas de ação social tipicamente humanas e de práticas sociais específicas dos grupos aos quais pertencem, aprendendo sobre si mesmas e sobre o mundo em que vivem, criando laços de solidariedade e de comunhão entre os sujeitos que dela participam e também assume importância fundamental como forma de participação social. 

    Brincando, jogando e criando narrativas, as crianças estão falando de si próprias, de seus medos, coragem, angústias, sonhos e ideais. Estão falando de seu tempo, da cultura em que vivem, aprendem e se desenvolvem. 

    Quando brincam, ao mesmo tempo em que desenvolvem sua imaginação, as crianças podem construir relações reais entre elas e elaborar regras de organização e convivência. 

    É preciso compreender que esses cuidados não são um dever apenas da família, mas do Estado e de toda a sociedade, como preconiza a Constituição Federal, o ECA considerado um marco Legal da Primeira Infância (Lei nº 13.257/2016). 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *