Quando acontecerá e como será o retorno das crianças e adolescentes a AMMA?

A vida durante a pandemia Covid-19 está difícil, tanto para os responsáveis quanto para crianças e adolescentes. O retorno as Organizações Sociais é um passo importante e, esperançosamente, bem-vindo, e estamos recebendo muitas perguntas.. Quando retornaremos às atividades presenciais? Dependemos das determinações do Município, autorização e liberação de transporte. A quantidade deliberada em regulamentações, a princípio será seguida pela AMMA, desta forma, acreditamos quem em Fevereiro, se tudo correr bem, retornaremos parcialmente. É seguro meu filho (a) voltar a frequentar a AMMA? Nossas decisões serão consistentes com decisões sobre outros fatores, como distanciamento físico e medidas de saúde pública na comunidade. Em geral não reabriremos isoladamente, seremos
parte das ações de retomada do país, como a reabertura de fábricas, transporte público e comércio. O que mais dificultaria a retomada das crianças à AMMA é o transporte, onde não é possível controlar facilmente o distanciamento físico e não dispomos de monitores para orientação e ou controle das crianças e protocolos. Observamos o quanto  a comunidade sente-se segura e confia na AMMA.  No ato da renovação de matrículas, realizadas entre os meses de setembro e outubro, demonstraram confiança em mandar seus filhos de volta à OSC, relatando a grande importância e necessidade do serviço. Voltar para a instituição certamente será diferente do que às crianças e adolescentes estavam acostumados.  Estamos nos planejando com antecedência, as medidas adicionais implementadas vão ajudar na segurança dos assistidos e funcionários. Neste período, acontece as adequações das nossas instalações,  às áreas abertas e livres serão mais utilizadas e algumas oficinas substituídas, devido a necessidade de distanciamento. Que medidas estaremos tomando para prevenir a propagação do novo coronavírus? A reabertura será consistente com a resposta geral de saúde à Covid-19. Desta forma estamos protegendo assistidos, funcionários e suas famílias. Algumas  medidas práticas que vamos incluir e que já foram pensadas e organizadas: Horários alternados para refeições, realização de atividades ao ar livre, opção de novos turnos para redução do tamanho das turmas (se houver necessidade). As instalações de água e higiene serão uma parte crucial da reabertura  com segurança, desta forma está previsto a instalação de novos lavatórios e promoção do cuidado e melhoria nas ações de higiene. A oficina de saúde e beleza será grande aliada, neste trabalho no retorno. Tudo isso exige da equipe gestora atenção e capacitação aos colaboradores.    Também é necessário começarmos a falar de saúde mental e comunicação assertiva, evitando ainda estigmas contra pessoas que estiveram doentes e até Bullying. As políticas de proteção ao Bullying inclusive serão revistas.   O que as organizações do terceiro setor poderão fazer, se as crianças voltarem atrasadas do estudo? Enquanto SCFV não devemos ofertar em nossa grade de atividades o “famoso” reforço escolar.  Mas, cientes que  as crianças e adolescentes  demonstram o desejo pelo aprendizado e as dificuldades relacionadas afetam todas as áreas da vida, precisamos pensar em ações que auxiliem às crianças neste momento desafiador para todos. E as famílias? Desde já é necessário um apoio  extra às crianças e aos adolescentes em casa, criando uma rotina adequada, o que deve continuar quando o presencial acontecer novamente. A comunicação é muito necessária e não transferir o problema também. Entre em contato com as organizações sociais e escola que seu filho frequenta e apresente os desafios específicos, como ansiedade, tristeza, desmotivação, mudanças comportamentais. Neste contexto o que mais preocupa a AMMA? A Rede protetiva está preparada para a demanda de encaminhamentos das situações de crianças e adolescentes que precisem de apoio especializado? Os comitês de pais ou outra rede de apoio, será criada? Como os esforços das escolas, organizações sociais e outros serviços de atendimento à crianças será apoiado? Existe apoio extra para às crianças e adolescentes que tiverem dificuldades de retornarem a sua rotina normal?

.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *