Maio Amarelo na AMMA: Ações focadas na redução de acidentes no trânsito

A programação do Maio Amarelo aconteceu durante todo mês, com diversas ações educativas, mobilizando para a redução de acidentes no trânsito.

Ao longo do mês, todas às crianças e adolescentes assistidas pela AMMA foram orientadas, conscientizadas e sensibilizadas através de diversas oficinas e projetos multidisciplinares, que contaram com as seguintes ações:

caminhadas em prol da segurança no trânsito, recreações sobre a temática, rodas de conversa e debates, pesquisas, quiz de jogos no computador, finalizando com espetáculo cultural, através do trabalho das oficinas de teatro, música e dança que compõem o núcleo cultural da AMMA, cujo objetivo é proporcionar aos assistidos o desenvolvimento do saber sensível, das relações entre corpo, movimento, mente e coletividade. São importantes espaços de formação integral de crianças e adolescentes, colocando a cultura e arte no centro de uma educação para a vida, valorizando a diversidade e ampliando o acesso aos bens e serviços culturais

O espetáculo “E se as placas falassem?” alcançou diversos públicos, sendo mais de 800 crianças e adolescentes da rede municipal e estadual de ensino, familiares, alunos participantes do Profesp e comunidade em geral.

Os “artistas” responsáveis pela apresentação, participaram de todo processo, desde a escrita do roteiro, confecção de figurinos, acessórios e cenários. Esse projeto conta com a parceria da Arteris, empresa especializada em gestão de rodovias, que promove apresentações culturais a crianças e adolescentes que participam do Projeto Escola.

Nosso muito obrigado também à Secretaria Municipal de Educação que ofereceu suporte, através da EMAIC CPC, onde agradecemos imensamente ao Professor Coordenador Almir Rogério Ferraz, Interlocutor das Unidades Escolares participantes do Projeto Arteris Intervias, pelo acolhimento e suporte. 

Atuamos em duas linhas, com objetivo de atingir crianças e também familiares, treinando os usuários para serem uma rede de apoio “assistidos multiplicadores”. As crianças e adolescentes foram orientados enquanto pedestres, passageiros e ciclistas, com propósito de educar e internalizar as regras de trânsito, incluindo orientações e dicas que às crianças e adolescentes podem cobrar de seus familiares, conscientizando-os e estimulando o pensamento para uma mudança de comportamento.

Foram desenvolvidos e divulgados ainda, publicações em redes sociais, sendo materiais audiovisuais e campanhas criadas internamente.

O trabalho contou com assessoria técnica e financeira da empresa Arteris, parceira da AMMA. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.