Odontologia Social

O índice de crianças que chegaram na AMMA com falta de informação e cuidados necessários, com a higiene bucal, foi elevado em 2022, pós Pandemia.

De 40 novos atendimentos na faixa etária entre 05 e 06 anos (1° ano da escola regular), 32 crianças apresentaram problemas bucais com grande quantidade de cáries, tratamentos mais complexos, como o canal e perda precoce dos dentes, sendo que 80% nunca haviam visitado um dentista.

Através das oficinas educativas, que são desenvolvidas de forma lúdica, agradável, prática e estimulante, conseguimos alcançar hábitos saudáveis necessários, para uma melhor qualidade de vida.

Nem todas as nossas famílias tem condições de cuidar de seus filhos, como deveriam e alguns negligenciam os cuidados. Para minimizarmos a problemática, os educadores receberam capacitação e na rotina diária, após às refeições é realizado escovação monitora, garantindo correta higienização dos dentes.

Para diminuir a influência das condições socioeconômicas, um dos fatores impeditivos na manutenção da higiene bucal do indivíduo, firmamos parceria com a empresa Condor, distribuindo escovas de dente a todos os assistidos.

Porém, somente fornecer informações sobre os cuidados em saúde não é o suficiente, o indivíduo necessita do atendimento clínico social para melhoria da qualidade de vida e a partir da solidificação da autoestima e amor próprio, conseguimos sensibilizar para manutenção dos cuidados e criação de hábitos. Para que isso aconteça, o Lions Clube Internacional subsidiou nova estrutura clínica, onde a aquisição dos insumos é mantida com recursos próprios da OSC e os materiais de limpeza e desinfecção doados mensalmente pela empresa parceira Cosmoderma.

Contamos com apoio de duas dentistas (cedida e voluntária), com 24 horas de atendimentos semanais.  Os exames odontológicos e medicamentos são custeados pela “rede de amigos da AMMA”, sempre que necessário. 

 Resultados:

– Autonomia na escovação;

– Aumento da autoestima;

– Formação e desenvolvimento de uma consciência crítica das crianças em relação aos problemas de saúde;

– Conhecimento dos alimentos prejudiciais aos dentes;

– Perda do medo dos atendimentos clínicos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.